Polícia de Angélica prende suspeito de assassinato de colega de trabalho - PORTAL ANGÉLICA - Seu Portal de Notícias

20º min
31º min


Polícia de Angélica prende suspeito de assassinato de colega de trabalho

Vítima era moradora de Nova Casa Verde, distrito de Nova Andradina

Publicado em: 09/03/2019 às 11h34

- jornal da nova

Foto: PC-MS/Divulgação

José Alves dos Santos de 53 anos, conhecido como “Seo Zé”, foi assassinado com vários golpes de faca, na madrugada deste sábado (9), em Angélica. O principal suspeito do crime, Jamerson de Assis de 28 anos, conhecido como “Lagoa” foi preso e autuado em flagrante.

Leia Também

Homem é assassinado no centro de Angélica

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima residia em Nova Casa Verde, distrito de Nova Andradina. O crime aconteceu em um bar na avenida Salvador Conconi, esquina com a Stefan Dudas, próximo ao alojamento de trabalhadores onde residem e, após uma discussão banal, a vítima José Alves golpeou a cabeça de Jamerson com uma garrafa de cerveja, lhe causando um corte profundo. Jamerson foi até o alojamento, pegou uma faca de cozinha, voltou e matou Jose Alves com vários golpes.

A Polícia Militar foram acionada para atender a ocorrência e ao chegar ao local encontrou José morto e duas vítimas feridas com diversas facadas. Entre as vítimas feridas, está um jovem de 23 anos, natural de Nova Andradina.

O suspeito fugiu, mas foi encontrado por uma equipe mista da Polícia Civil e Militar numa casa saindo do banho com alguns ferimentos em razão da confusão. Questionado sobre o crime, disse que havia discutido com a vítima e agredido com garrafada na cabeça. Na sequência, se armou com uma faca e golpeou José por diversas vezes.

Faca utilizada no crime - Foto: PC-MS/Divulgação

Como estava ferido, Jamerson foi levado para o Hospital Municipal. Em seguida, foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante.

A vítima e o autor viviam numa república de funcionários de uma empresa que presta serviço terceirizado de usina instalada na cidade.