Safra de grãos impulsiona geração de empregos em Mato Grosso do Sul - PORTAL ANGÉLICA - Seu Portal de Notícias

22º min
32º min


Safra de grãos impulsiona geração de empregos em Mato Grosso do Sul

Publicado em: 12/03/2019 às 06h30

- jornal da nova

Foto: Arquivo/Conab

A criação de empregos com carteira assinada iniciou positivamente em Mato Grosso do Sul. Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, Mato Grosso do Sul realizou 25.555 contratações contra 19.461 demissões, sendo que os fatores que mais estimularam o aumento dessas contratações foi um saldo positivo de 4.972 empregos no setor de serviços, seguido pela agropecuária com 1.089.

O segundo lugar nas contratações da agropecuária foi puxado pelo setor agrícola, diante do desenvolvimento e colheita da soja da safra 2018/2019 que gerou empregos diretamente nas regiões produtoras, demonstrando a importância do setor agropecuário para a geração de empregos em MS.

De acordo com o presidente da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS), Juliano Schmaedecke, um percentual considerável das contratações são ligados à agricultura. “O período exige mão de obra qualificada e em grande volume. São vagas geradas pelas etapas de colheita da soja e plantio do milho, que dependendo das estratégias da propriedade rural e da qualidade do serviço prestado, podem oscilar entre temporárias e permanentes”, esclarece o presidente da Associação.

Do total de 4.972 empregos do setor de serviços, 4.483 estão ligados ao setor de serviços veterinários, médicos e odontológicos. Dourados foi o município que liderou o ranking de contratações em janeiro de 2019, com 4441 contratações.

“O Centro-Oeste brasileiro é beneficiado pela agropecuária. As atividades se complementam na geração de emprego e renda, apresentando-se com uma grande alternativa para capacitação. Observamos isso com a geração constante de cursos ligados ao agro e de pessoas que buscam vagas no setor. Economicamente, a agropecuária de Mato Grosso do Sul, responde por 95% de todas nossas exportações”, aponta Schamedecke.

No topo do ranking dos saldos positivos de geração de empregos no Centro-Oeste, fica Mato Grosso, com 11.524 carteiras assinadas; Mato Grosso do Sul fica em segundo, com 6.094, enquanto que Goiás e Distrito Federal aumentaram suas vagas de trabalho em 3.777 e 1.407, respectivamente.

Safra de grãos

O Sistema de Informações Geográficas do Agronegócio (Siga MS) divulgou novo levantamento da safra de soja e milho, que estão em andamento. No início deste mês de março, o percentual colhido de soja soma 72,6% do total cultivado. Em ritmo semelhante o plantio do milho atingiu 69,3% no mesmo período.