PM prende quadrilha suspeita de arremessar drogas no presídio de segurança máxima - PORTAL ANGÉLICA - Seu Portal de Notícias

22º min
37º min


PM prende quadrilha suspeita de arremessar drogas no presídio de segurança máxima

Eles podem ter ligação com o PCC

Publicado em: 19/05/2019 às 09h58

- midiamax

Trio foi autuado por tráfico de drogas e organização criminosa (Foto: Arquivo/Midiamax)

Abordagem feita pela Polícia Militar na madrugada deste domingo (19) culminou na prisão de trio suspeito de arremessar drogas no presídio de segurança máxima no Jardim Noroeste, região leste de Campo Grande. Eles foram autuados por tráfico de drogas e associação criminosa.

O flagrante ocorreu após um dos suspeitos, que estava evadido do sistema prisional e tinha mandado de prisão expedido pela 5ª Vara Criminal no final de abril, ser abordado pela Força Tática. Ele se identificou como mascote do PCC e também tinha histórico recente por ameaça, associação criminosa e tráfico de drogas.

Durante a checagem, segundo o boletim de ocorrência, ele confessou prática de ‘pombo’, mostrou fotografias que comprovariam o crime e ainda indicou residência onde a droga seria armazenada até que fosse arremessada ao estabelecimento penal.

Ao chegar ao local, a equipe foi recebida por uma mulher de 30 anos, esposa de um detento da Máxima, que afirmou deixar uma amiga, identificada como ‘Corinthiana do PCC’ pernoitar em sua residência.

Ainda segundo o registro policial, Corinthiana confirmou que parte da droga já teria sido arremessada pela muralha do presídio, mas outra parte ainda estaria armazenada na geladeira. Lá, a equipe encontrou sete porções de maconha, além de 347 gramas escondidas em meio a roupas sujas e um invólucro com cocaína.

A dona da casa negou participação no crime e sugeriu que a cocaína fosse de Mascote, que iria constantemente no local por ser amigo de sua filha. Celulares foram apreendidos e todos conduzidos a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, onde foram autuados.