Com 107 mortes por covid-19, secretário diz que contribuição da população “está sendo criminosa'

Ele está indignado com a baixa de isolamento, e, ao mesmo tempo, o aumento de casos e ocupação de leitos clínicos e UTI

| TOP MíDIA NEWS/RAYANI SANTA CRUZ


Crédito: Reprodução Live Facebook

Nesta sexta-feira (3), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) anunciou, em live no Facebook , o registro de mais 16 óbitos por coronavírus em Mato Grosso do Sul. As mortes ocorreram na quinta e, com isso, o Estado contabiliza 107 vítimas da doença.

Indignado e com sensação de impotência, o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, mais uma vez, alertou sobre a incidência de mortalidade no estado.

“A contribuição da nossa gente está sendo horrorosa e posso dizer criminosa, porque todos os secretários municipais e entidades de saúde fazendo apelos. Mas estamos pregando no deserto, me causa muita indignação e me deixa preocupado o crescimento de óbitos. Taxa de ocupação de leitos clínicos e UTIs está em crescimento devido à falta de isolamento social”, explicou. 

Com mais 326 exames positivos para o novo coronavírus (Covid-19) nas últimas 24 horas, o número de casos confirmados da doença no Estado chega a 9.388. 

Dos 9.388 casos confirmados, 3.754 estão em isolamento domiciliar, 5.326 estão sem sintomas e já estão recuperados e 209 estão internados, sendo 115 em hospitais públicos e 94 em hospitais privados. Dois pacientes internados são procedentes de fora do Estado.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE