Mulher morre ao ser arremessada de veículo que fugia da Polícia Militar


Ariane Franca Tomaz, 21 anos, morreu ao ser arremessada de um Peugeot 307 durante capotagem no fim da noite de sexta-feira (7) em Naviraí. Segundo informações do boletim de ocorrência, o veículo trafegava em alta velocidade para fugir da polícia, pois o condutor, Marcos Antônio da Silva, estava sob efeito de drogas.

Segundo consta no registro, uma viatura da PM (Polícia Militar) flagrou o Peugeot e um Honda City, ambos com placas de Santa Catarina, andando bem lentamente na pista e atrapalhando os demais veículos.

Quando os policiais tentaram ultrapassá-los, foram fechados pelos condutores daqueles automóveis, o que chamou a atenção da equipe.

Em determinado momento, o Honda City e o Peugeot 307 arrancaram em alta velocidade, dando início a uma perseguição. O primeiro foi interceptado na Avenida América Fukuda quando bateu em outros carros que estavam parados aguardando o sinal abrir. O condutor desceu e fugiu, não tendo sido encontrado.

Já o automóvel em que estavam Ariane e Marcos Antônio tomou rumo desconhecido. Os militares foram até o pedágio e descobriram que eles haviam capotado.

No local eles encontraram o casal ferido. Corpo de Bombeiros foi chamado e chegou a prestar atendimento à mulher, mas ela não resistiu aos ferimentos. O condutor, por sua vez, foi levado ao hospital, onde confessou ter usado drogas.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE