Caminhoneiro que provocou acidente com 3 mortes teria dormido, suspeita polícia

Trabalhador viu motorista dirigindo com cabeça abaixada


Investigação da Polícia Civil suspeita que o motorista Adeildo Rosa da Veiga, de 37 anos, que conduzia o caminhão que provocou acidente na tarde desta quinta-feira (13), no macroanel da BR-163, teria dormido ao volante. De acordo com o delegado Ivahyr Luiz de Campos, responsável pelo caso, um técnico da CCR MS Via disse aos investigadores que teria visto o caminhoneiro conduzindo o veículo com a cabeça abaixada no momento em que se aproximava do trecho onde a batida aconteceu. 

“Ele disse que viu o motorista passar e que ele estava com a cabeça abaixada. Tudo ainda será apurado, mas tudo indica que o condutor tenha dormido ou se distraído por estar mexendo no celular ”, explica o delegado.

Segundo o delegado, as duas carretas que se envolveram no acidente transportavam adubo e pertenciam à mesma empresa. De acordo com ele, equipe da perícia recolheu e vai analisar o tacógrafo do caminhão, que monitora o tempo de uso, a distância percorrida e a velocidade do veículo.

“O outro motorista disse que eles haviam parado para descansar em Nova Alvorada do Sul e seguiram viagem por volta das 6 horas. Como eles seguiam viagem juntos, vamos analisar o tacógrafo do caminhão do outro motorista para verificar essa informação”, afirma.

No perfil de Adeildo no Facebook é possível ver diversas fotos de caminhões, inclusive, o que motivou a batida. No acidente morreram também Joel Silva de Lima, de 51 anos e o filho, o odontologista Jeiel Santana de Lima, de 27 anos, que estavam no carro de passeio que foi ‘esmagado’ por duas carretas e pegou fogo durante a colisão.

Pai e filho, Jeiel e Joel de lima serão sepultados às 15 horas desta sexta-feira (14), no Cemitério Monte das Oliveiras, em Campo Grande. A família optou por não realizar o velório das vítimas.

O acidente

O engavetamento envolvendo três carretas, um caminhão e um carro de passeio matou três pessoas carbonizadas, no início da tarde desta quinta-feira (13), na BR-163, no macroanel na saída de Campo Grande para São Paulo.

Testemunhas afirmam que vários veículos estavam parados na BR onde a concessionária CCR MSVia faz obras de duplicação. Motorista de uma carreta bitrem não teria visto sinalização e acabou atingido outras duas carretas, que atingiram um carro de passeio e, por último, um caminhão de médio porte.

Após o engavetamento, as carretas incendiaram.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE