Angélica: Delegado continua na UTI do Albert Einstein em SP

Valter Guelssi está com quadro clínico estável e realizando sessões de hemodiálise

| JORNAL DA NOVA


Imagens: Arquivo pessoal

O delegado da Polícia Civil de Angélica, Valter Guessi, de 51 anos, transferido na tarde da última quarta-feira (5), do Hospital Regional de Nova Andradina, para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, continua o tratamento contra a Covid-19 na UTI (Unidade Terapia Intensiva), porém estável.

O Jornal da Nova apurou junto à pessoas próximas da família, que Valter Guelssi está na UTI e realizando sessões de hemodiálise, após a doença atacar os rins. Seu quadro clínico é estável.

O delegado apresentou sintomas no dia 17 de julho, entrou em isolamento dia 19 em Angélica, dia 23 foi diagnosticado com o novo coronavírus. Conforme o diretor do Hospital Regional de Nova Andradina, o delegado chegou na unidade no dia 25 de julho.

No dia 5 de agosto, foi transferido para o hospital em São Paulo, onde continua o tratamento.

A opção e os custos com a transferência e o hospital foram pagos pela família do delegado, que acompanhou no traslado.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE