Athletico-PR bate Colo-Colo com dois gols contra e se isola na liderança do grupo

| MIDIAMAX


(Photo by Heuler Andrey- Pool/Getty Images)

Com um início fulminante de jogo, o Athletico-PR derrotou o Colo-Colo por 2 a 0 nesta quarta-feira, na Arena da Baixada, e encaminhou a classificação às oitavas de final da Copa da Libertadores. O time paranaense conquistou o triunfo com dois gols antes dos 15 primeiros minutos, ambos marcados por jogadores do time chileno.

O resultado deixa o Athletico-PR na liderança isolada do Grupo C, com nove pontos, e muito próximo de garantir a vaga ao mata-mata. O Colo-Colo parou nos seis pontos, no segundo lugar da chave. No entanto, o time chileno pode perder o posto para Jorge Wilstermann ou Peñarol, que somam três pontos e se enfrentam na quinta-feira.

O triunfo foi assegurado com facilidade. Os anfitriões foram soberanos em quase toda a partida, especialmente no primeiro tempo, etapa em que marcaram os dois gols em um intervalo de sete minutos. O toque de bola rápido e a bola parada foram essenciais para o resultado positivo na Arena da Baixada.

Perdendo ‘terreno’ para o PCC em MS e com morte de Elias Maluco, CV pode se fundir com outras facções

Pelo menos 15 são conduzidos ao Garras por falta de alvará em barracas de jogo do bicho

A vitória começou a ser construída aos sete minutos. Após cobrança de escanteio, Felipe Campos desviou contra o próprio gol e abriu o placar. Pedro Henrique comemorou como se o gol tivesse sido dele, mas o tento foi mesmo assinalado para o zagueiro do time chileno. Sem problemas para o defensor brasileiro, que celebrou bastante.

Sete minutos depois, Christian acionou Léo Cittadini, que chutou cruzado para a defesa de Cortés. No rebote, Erick chegou dividindo com a marcação e a bola entrou. Outro gol contra, desta vez marcado por Suazo. Depois disso, a equipe paranaense ainda teve mais outra oportunidade para ampliar, com Pedrinho, mas o atacante cabeceou para fora.

O domínio foi tão grande que o Athletico-PR encerrou a etapa inicial com sete finalizações, sendo quatro no gol e cinco chances claras, enquanto que o adversário não arrematou à meta paranaense e também não teve nenhuma oportunidade real de gol.

No segundo tempo, os donos da casa se acomodaram. Foram lentos e se preocuparam mais em administrar a vantagem do que ampliá-la. A postura não custou o resultado porque o Colo-Colo foi inócuo e o time brasileiro, mesmo que acomodado, soube controlar a partida e se mostrou seguro defensivamente.

Bolsonaro reconduz Marcelo Turine ao cargo de reitor da UFMS

Dizendo ser de facção, homem pede para esposa assumir ‘bronca’ de arma

Vítimas de incêndios no Pantanal, animais passam por reabilitação de até 4 meses em Campo Grande

Com muita dificuldade para criar e mostrando fragilidades técnicas claras, a equipe chilena só foi ameaçar o gol de Santos aos 45 minutos, em um arremate de Felipe Campos defendido com tranquilidade.

Os dois times voltam a campo pela Libertadores na próxima terça-feira, dia 29. Às 19h15, o Colo-Colo visita o Peñarol, em Montevidéu. O Athletico-PR enfrenta o Jorge Wilstermann, da Bolívia, na Arena da Baixada, às 21h30. No sábado, às 19 horas, o time paranaense tem compromisso contra o Bahia pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

ATHLETICO-PR 2 X 0 COLO-COLO

ATHLETICO-PR – Santos; Jonathan (Jorginho), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Márcio Azevedo (Abner Vinícius); Wellington, Erick, Léo Cittadini (Lucho González), Pedrinho (Geuvânio) e Christian (Léo Gomes); Fabinho. Técnico: Eduardo Barros.

COLO-COLO – Cortés; Opazo (Soto), Felipe Campos, Insaurralde e De la Fuente (Véjar); Fuentes, Suazo e Matias Fernández (Carmona); Bolados (Gabriel Costa), Parraguez e Mouche (Leonardo Valencia). Técnico: Gualberto Jara.

GOLS – Felipe Campos (contra), aos sete, e Suazo (contra), aos 14 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Fernando Rapallini (Argentina).

CARTÕES AMARELOS – Léo Cittadini (Athletico-PR); Leonardo Valencia e Soto (Colo-Colo).

PÚBLICO E RENDA – Jogo sem torcida.

LOCAL – Arena da Baixada, em Curitiba (PR).



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE