Comissão da Assembleia de MS rejeita projeto de pagamento do IPVA com cartão

Membros do colegiado analisaram outras três propostas

| MIDIAMAX


Foto: Reprodução, TV ALEMS

A CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) da Alems (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul) emitiu nesta quarta-feira (2) parecer contrário ao projeto do deputado estadual Antonio Vaz (Republicanos) que criaria uma nova forma de pagamento a um tributo estadual.

O objetivo era permitir que o contribuinte pagasse o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) por meio de cartão de crédito ou débito. O motivo alegado foi a prejudicialidade de matéria já tratada em lei.

O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) aceita pagamento de taxas com cartão, mas não o IPVA justamente por ser um imposto.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE