Recém-reformada, ponte continua interditada.

| PORTAL ANGELICA


A ponte de madeira sobre o córrego Mutum continua interditada, causando vários transtornos aos moradores e produtores rurais daquela região. A ponte foi interditada porque quebrou, um mês depois de ser reformada pela prefeitura.

Conforme reportagem do site portalangelica, a ponte que foi reformada e entregue no mês de maio sofreu avarias e dois pilares de sustentação da cabeira da ponte quebraram em um mês depois de finalizada a reforma. Os produtores rurais continuam tendo que desviar por outras estradas e até atravessar por dentro de outras propriedades para conseguir acesso á algumas propriedades da região.

Dois meses depois de interditada a nossa equipe de reportagem retornou ao local e constatou que até o momento a ponte continua interditada e que nada foi feito, apenas algumas valetas para tentar desviar a força da água das chuvas da cabeceira da ponte.

Somente ciclistas e pedestres conseguem passar pelo local e com muito cuidado, a altura da ponte para o leito do córrego é de uns 5 metros de profundidade e não possui nenhuma segurança.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE