OAB/MS cria Comissão para apurar sumiço de jovens


A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), instaurou comissão para apurar os fatos sobre o desaparecimento de dois jovens em Ponta Porã.

Imagens do circuito interno de monitoramento de supermercado mostram Rodinei Campos Santos, 27 e Ednei Bruno Ortiz Amorin, 20, abordados e levados em um veículo pelo Departamento de Operações de Fronteira (DOF) no dia 12 de agosto.

O carro da dupla foi encontrado no Paraguai e os jovens desapareceram. Desde então não há informações sobre o paradeiro dos rapazes.

"A Comissão foi constituída pela Seccional para apurar o fato com a relevância merecida já que envolve uma instituição criada exatamente para garantir a segurança pública da fronteira", explicou o Presidente da OAB Subseção Ponta Porã, Luiz Renê do Amaral, nomeado Presidente da Comissão.

O Presidente da Comissão já iniciou os trabalhos na manhã de segunda-feira (28) se reunindo com o delegado titular da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídio, Márcio Obara, o qual franqueou acesso e agradeceu o apoio às investigações.

A Comissão já ouviu os familiares, inclusive a mãe dos jovens que se encontra presa preventivamente no Presídio Feminino de Ponta Porã.

A Comissão agora busca uma reunião com a direção do DOF para ter acesso ao inquérito policial militar e acompanhar a investigação ali também levada a cabo. Recentemente familiares dos dois jovens iniciaram buscas aos desaparecidos e posteriormente, equipes policiais auxiliaram, porém, nada foi encontrado.

Os policiais envolvidos na ação foram afastados, segundo a assessoria de imprensa do DOF.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE