Sem reajuste, PMs e bombeiros vão aquartelar nesta sexta em MS

Um dia inteiro, incluindo na Capital e em Dourados


Policiais militares e bombeiros de Mato Grosso do Sul vão aquartelar por 24 horas a partir desta sexta-feira (01) em Mato Grosso do Sul. A decisão acontece após assembleia realizada na tarde desta terça-feira (29) na sede da ACS (Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar de Mato Grosso do Sul).

O aquartelamento é uma forma de pressionar o governo a conceder reajuste de 7%. O Estado oferece 5%. A paralisação terá início na manhã desta sexta-feira, seguindo até a manhã do sábado (29), quando farão uma manifestação nas esquinas da Rua 14 de Julho com a Avenida Afonso Pena, no Centro.

Segundo a categoria, nas regionais da ACS (Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar de Mato Grosso do Sul) em todo o Estado mostraram o grau de insatisfação da tropa. Nas 13 assembleias realizadas, foi optado por parar durante um dia inteiro, incluindo na Capital e em Dourados, cidades que concentram a maior parte do efetivo da PM e dos bombeiros.

“Vamos parar por 24 horas. A princípio, só por um dia, pois temos que proteger a sociedade e não podemos deixá-la a mercê da vagabundagem. Quero que o governo nos chame amanhã e dê tratamento igual. Na outra semana, teremos novas deliberações”, afirmou Edmar Soares da Silva, presidente da entidade.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE