Adolescente é vista em show sertanejo, mas continua desaparecida


Desaparecida há nove dias, a adolescente de 14 anos Camilly Vitória Pires Lopes teria sido vista na região do bairro Santa Emília e, em seguida, na Expo MS Rural durante a gravação do DVD do cantor Loubet no último domingo (27), no Parque de Exposições Laucídio Coelho, mas não voltou para a casa da família. A madrasta da menina, Daniela Alencar Marinho, afirmou que os familiares continuam aflitos com o desaparecimento e o celular de Camilly continua dando sinal de desligado.

“Ela continua desaparecida e estamos muito preocupados com ela. Ligaram dizendo que viram ela com uma menina no bairro Santa Emília e deram um endereço. Eu e o pai dela fomos nessa casa, mas uma mulher nos atendeu e disse que não conhece a Camilly. Ficamos a tarde toda na região, acionamos a Polícia Militar, que chegou depois de quatro horas e não encontramos ela”, explica a madrasta.

Camilly Vitória desapareceu no dia 21 de agosto e teria saído da casa no Residencial Parque dos Girassóis com destino à Escola Municipal João Nepomuceno por volta das 12 horas, na Vila Taquarussu, mas não assistiu as aulas.  O pai da adolescente, Ademar Lopes, foi buscar a jovem no horário habitual de saída da aula, por volta de 17h15, mas a filha já não atendia mais o celular. 

Daniela disse que mexeu no guarda-roupas da menina e não sentiu falta de nenhum pertence da jovem, que não teria saído da casa com roupas e calçados, apenas a mochila escolar. Questionada sobre desavenças dentro de casa, a madrasta afirma que a jovem ficava irritada porque não podia frequentar baile funk.

“Ela ficava brava porque ela não podia frequentar baile funk, queria andar com pessoas que não devia e o pai dela não deixava. Ela não apanha, ficava de castigo quando demonstrava agressividade, mas era apenas isso”, diz Daniela.

Conforme a madrasta, esta não é a primeira vez que Vitória desaparece. “Ela já fez isso uma vez, já sumiu por três dias. Mas antes, ela andava com pessoas do bem, que não acobertavam ela. Agora sabemos que tem gente acobertando ela, ajudando ela a ficar escondida. Desconfiamos que ela está com uma menina que ela chamava de Dani, porque ela sempre estava com essa garota. Mas não sabemos onde ela mora. A Camilly falava que ela morava na região da Júlio de Castilho, mas não sabemos se é verdade. Temos o número de celular da menina, mas também está dando sinal de desligado. Já ligaram dizendo que elas venderam o celular, estamos muito preocupados”.

Quem tiver qualquer informação que ajude a descobrir o paradeiro de Camilly Vitória pode entrar em contato através dos telefones (67) 99211-3097 ou 99249-9211.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE