Leilão Virtual CFM BullTrade ofertará 400 touros em outubro


Os pecuaristas têm mais uma excelente oportunidade para renovar suas baterias de touros avaliados da CFM. No dia 09 de Outubro, será realizado o Leilão Virtual CFM BullTrade, a partir das 19h, com transmissão ao vivo pelo Canal do Boi.

Serão ofertados 400 touros Nelore CEIP, nascidos em 2015, rigidamente selecionados pela CFM, aprovados no exame andrológico e prontos para ser utilizados na próxima estação de monta.

As vantagens comerciais deste leilão são exclusivas: pagamento em 20 parcelas (2+2+16) ou parcela única em 2018, pelo sistema CFM BullTrade. Ao optar pelo CFM BullTrade, os compradores escolherão pagar em maio ou outubro de 2018, com o valor indexado em arrobas de boi gordo.

“O pagamento indexado ao valor do boi gordo é uma inovação trazida pela CFM que tem grande adesão dos pecuaristas. A arroba é a principal moeda de troca dos nossos clientes e, provavelmente por isso, o BullTrade faz tanto sucesso”, comenta Tamires Neto, gerente de pecuária da CFM.

O leilão contará ainda com vantagens de frete exclusivas, como entrega gratuita em toda a malha rodoviária brasileira para cargas fechadas (16 e 24 touros), além de frete grátis para qualquer quantidade de touros entregues em pontos estratégicos (Aquidauana/MS, Cuiabá/MT, Correntina/BA, Goianésia/GO, Gurupi/TO, Guarapuava/PR e Magda/SP).

Entenda como funciona o pagamento pelo CFM BullTrade:

1 – Na batida do martelo, a CFM transforma o valor de compra do reprodutor em arrobas de boi gordo, de acordo com a cotação da arroba na BM&F para maio ou outubro de 2018. Dessa forma, o valor da compra passa a ser o total de arrobas, calculado no dia do leilão.

2 – O mês do pagamento é escolhido pelo comprador: maio ou outubro de 2018. O valor a ser pago será o resultado da multiplicação das arrobas apuradas no dia do leilão pelo valor real do fechamento do contrato na BM&F ao final do mês escolhido. Para usufruir do CFM BullTrade o pecuarista tem uma taxa de 3% do valor de compra da batida do martelo.

“Com o CFM BullTrade, se na época do pagamento o valor da arroba estiver mais baixo que a cotação usada na compra do touro, o cliente pagará um valor menor para a CFM do que o valor do animal na batida do martelo. E, no caso de alta, apesar de o valor da compra subir, o produtor também terá valorização na venda de boi gordo, vaca de descarte e bezerro, equilibrando assim o resultado econômico e financeiro da fazenda”, explica Neto.

E não é só isso. Caso o pecuarista queira se proteger de possível alta da arroba, a CFM oferece seguro de valor máximo, ao custo correspondente a 5% do valor da batida do martelo, para que, no mês desejado, o preço seja, no máximo, igual ao do dia do remate.

Mais informações sobre o Leilão Virtual CFM BullTrade: www.agrocfm.com.br, (17) 3214-8700, (17) 99775-3618 ou[email protected].



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE