IVINHEMA: Polícia Civil deflagra operação e prende sete pessoas


A Polícia Civil de Ivinhema concluiu na última terça-feira a Operação Bate Grades 4, sendo dado cumprimento a sete mandados de prisão.

De acordo com o apurado pelo site Ivinoticias, os mandados de prisão referem-se a crimes de violência doméstica e roubo, por falta de pagamento de pensão alimentícia, além de um mandado de busca e apreensão de uma adolescente.

O Dr. Ricardo Cavagna, Delegado Titular de Ivinhema falou com o site e disse que esse tipo de operação é desencadeada de maneira rotineira pela Polícia Civil e busca não dar efetividade às decisões judiciais, mas também auxiliar em investigações  em andamento.

"A operação desencadeada é uma operação padrão que a Polícia Civil desenvolve em Ivinhema de maneira rotineira. Nessa última, os resultados foram excelentes, em razão da quantidade de mandados cumpridos, sendo presas seis pessoas, e ainda, apreendida uma adolescente, imediatamente apresentada ao poder judiciário", disse o delegado.

A Polícia Civil informou que entre as prisões, três delas ocorreram em razão de descumprimento de medidas protetivas em casos de violência doméstica.

"Durante a operação, três homens foram presos por serem reincidentes em crimes cometidos em situação de violência doméstica. Um deles apresenta uma incrível folha de antecedentes com 12 registros de ocorrências e três outras prisões anteriores. Já outro indivíduo havia sido preso em flagrante há menos de dois meses por tentativa de feminicídio, mas infelizmente foi colocado em liberdade e voltou a ameaçar a vítima, e ainda, lhe furtou um aparelho de telefone celular. Por esse motivo, a Polícia Civil representou pela sua prisão preventiva e conseguiu cumprir o mandado, evitando que pudesse fazer um mal maior a vítima", explicou o Dr. Ricardo.

Foi dado cumprimento ainda a um mandado de prisão temporária requerido pela Polícia Civil de Nova Andradina em desfavor de um acusado de um crime de roubo ocorrido naquele município, o qual reside em Ivinhema. Na ocasião, indivíduos armados invadiram uma propriedade rural, renderam e amarraram as vítimas e subtraíram diversos objetos.

Todos os mandados cumpridos foram devidamente comunicados ao poder judiciário, sendo todos indivíduos colocados a disposição da Justiça.

"Com operações dessa natureza, a Polícia Civil de Ivinhema cumpre sua missão. Primeiramente porque prestamos serviço ao poder judiciário, fazendo valer as decisões judiciais expedidas. Em segundo lugar, porque retiramos do convívio social indivíduos com alta possibilidade de causar mal grave à vítimas indefesas. Exemplos foram as prisões de um acusado de tentativa de feminicídio contra a ex-mulher, e a prisão de um acusado de roubo que junto com outros indivíduos amarraram e mantiveram as vítimas em seu poder, além de tentar extorqui-las com ameaças posteriormente, salientando que nos dois casos, as prisões foram pedidas pela Polícia Civil. Assim, a Polícia Civil faz sua parte na busca da paz social e visando proteger a sociedade de bem ivinhemense", finalizou o Dr. Ricardo.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE