Campeão de kickboxing é preso suspeito de estuprar aluna de 10 anos

Suspeito teria levado criança para casa assistir um filme e cometeu o abuso


Campeão de kickboxing, o lutador e fisioterapeuta Alex Ortiz foi preso por estupro de vulnerável, na tarde desta sexta-feira (29), em Brasilândia. Ele teria abusado de uma menina de 10 anos que era sua aluna.

Segundo o site JPNews, o lutador levou um grupo de crianças para a casa em agosto e convidou a menina para assistir um filme. Durante a exibição do filme, ele colocou um cobertor sobre a menina e, com as mãos, acariciou a criança e consumou o abuso.

O mandado de prisão temporária foi expedido pela Vara Criminal de Brasilândia e cumprida pela equipe da Polícia Civil comandada pelo delegado titular, Thiago Passos.

O lutador está preso em uma das celas da delegacia de Brasilândia e será transferido para Três Lagoas.

O delegado Thiago Passos acredita que a prisão do lutador possa encorajar outras vítimas a denunciar abusos praticados, pois alguns boletins de ocorrência já foram registrados na cidade de Três Lagoas. Um desses casos está em andamento judicial.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE