Quatro pessoas são presas em MG por vender carne de cavalo como de boi para açougues

Os animais foram encontrados no momento da ação policial

| IVI NOTíCIAS/MIDIAMAX


Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Um abatedouro clandestino, em Mercês (MG), foi revistado e fechado pela Policia Civil. Conforme os agentes, quatro pessoas entre 28 a 44 anos, foram detidas por falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de substância ou produtos alimentícios.

Segundo as investigações, cavalos eram abatidos no local e a carne era vendida como se fosse de boi a um açougue da região de Ubá. Os animais foram encontrados no momento da ação policial.

Além de adulterar a carne, segundo os policiais o conteúdo era vendido com a carne de animais doentes. “Os animais também estavam em situação de vulnerabilidade e não havia o cumprimento das normas vigentes”, explicou o delegado Diêgo Candian Alves. As informações são do Portal IstoÉ.

Os criminosos foram presos e permanecem à disposição das autoridades cabíveis. A pena varia de 4 a 8 anos de reclusão e multa. O caso segue em investigação prosseguem na delegacia de Mercês, unidade que entrega a 2ª Delegacia Regional em Ubá.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE