Quinta-feira, 19 de setembro de 2019

EM APARIÇÃO RARA, JÔ SOARES É HOMENAGEADO NO PRÊMIO DO HUMOR 2019

Humorista e apresentador de 81 anos foi a estrela da edição 2019 da premiação dedicada à comédia

Publicado em: 13/03/2019 às 15h17

quem acontece

Marcelo Médici, Cássio Scapin, Jô Soares e Fábio Porchat (Foto: Thiago Duran/AgNews

Rir sempre é uma das melhores coisas do mundo - especialmente nos tempos de hoje - e nada mais justo que homenagear aqueles que nos arrancam boas gargalhadas, né? E a noite de terça-feira (12) foi dedicada às risadas, quando rolou a edição 2019 do Prêmio do Humor, idealizado e realizado pelo apresentador e humorista Fábio Porchat.

A premiação, que aconteceu na Casa Bisutti, em São Paulo, contou com um timaço de famosos, como Denise Fraga, Roberta Miranda, Luana Martau, Moacyr Franco, Cássio Scapin, Supla e Marcelo Médici.

Mas a grande estrela da edição deste ano foi o ícone da televisão brasileira Jô Soares. Aos 81 anos e em aparição rara em público, Jô, que é comediante, ator, diretor, escritor e apresentador, subiu ao palco para receber a homenagem da noite. 

Muito querido no Brasil e com o talento reconhecido até no exterior – o The New York Times já disse que o artista multimídia é "o homem da renascença do show business brasileiro" - Jô é parte da história viva brasileira, tanto no humor como nas entrevistas que fez por muitas décadas.

Em 1967, Jô Soares estreou na televisão com seu lado humorístico. Ele atuava como o mordomo Gordon na série Família Trapo, da Record, além de escrever os roteiros do programa ao lado de Carlos Alberto de Nóbrega.

Depois, participou de vários programas humorísticos, tanto atuando como escrevendo roteiros. Alguns deles foram Faça Humor, Não Faça Guerra (1970), Satiricom (1973) e Planeta dos Homens (1976). Mas foi em 1981 que Jô Soares ganhou seu primeiro programa humorístico, chamado Viva o Gordo, um grande sucesso da TV Globo, na qual fazia muitas críticas à crise econômica da época e à ditadura militar no Brasil, que ainda estava vigente.

Em 1988, no SBT, Jô deu um impulso em sua carreira como apresentador e entrevistador de televisão. Nascia o programa Jô Soares Onze e Meia. Já em 2000, o apresentador passou para a Rede Globo, com seu famoso Programa do Jô, se despedindo da atração em dezembro de 2016, totalizando nada menos que 14.426 entrevistas!

(Por Léo Gregório)